5 de jun de 2017

O primeiro ciclo após o aborto

Oie, tudo bem?

Hoje vou contar como foi meu ciclo após o aborto.
Posso começar dizendo que quando ocorre um aborto não se sabe ao certo quando o corpo volta a funcionar normalmente, tanto que tem mulheres que menstruam seu ciclo normal apos o sangramento de aborto (25, 28, 30 dias etc) e outras que desregulam totalmente, então cada caso é um caso.
Mas vale lembrar que o sangramento de aborto não é o mesmo que sangramento de menstruação.
No meu caso, eu descobri que não estava mais gravida no dia 23/11/2016 e já estava com um pequeno sangramento marrom tipo borra de café e apos dois dias com essa "borra" começou o sangramento, (posso dizer que nunca, nunca senti tanta cólica em toda a minha vida, isso porque na minha adolescência eu tinha cólicas de desmaiar, so que aquelas minhas cólicas de adolescentes vinham e iam do nada, então ela vinham com intensidade e sumiam rapidamente, a minha cólica de aborto, era forte e intensa ao tempo todo,aquela dor que você não consegue ficar quieta e fica resmungando quando vai ficando mais intensa, porque sim, alem de ser constante ela intensificava do nada, tomei muito ibuprofeno).
Essa cólica chegou junto com o fluxo mais forte, no terceiro dia, e por incrível que pareça nesse dia eu me recusei a me medicar, eu estava tão triste, chateada, magoada, chocada.. eram tantos sentimentos que eu achava que precisava sentir aquela dor, afinal na minha cabeça eu perdi o bebe do nada, sem nunca ouvir seu coraçãozinho,  sem nunca tirar uma fotinha com meu esposo com a mão na minha barriguinha, sem ter tido um sangramento significativo (como dizem vermelho vivo), simplesmente eu tive os resultados positivos, mas meu bebe não evoluiu, então eu queria sentir aquela dor.. a dor do aborto.
Ja no segundo dia não deu.. meu Deus quanta cólica eu senti, tomei muito medicamento. Essa cólica durou até o terceiro dia, depois ela foi ficando cada dia mais aturável até que não senti mais nada.
Meu sangramento de aborto durou exatos 9 dias, já nos dois últimos dias voltou a ser borra de café.

Apos  um dia fui na minha ginecologista, contei tudo o que havia acontecido, ela me confortou, me animou, me passou vitaminas e disse que logo eu engravidaria novamente, e por incrível que pareça eu havia ficado tão feliz com a minha gravidez que ainda era o que eu mais queria.
Tudo o que eu queria era engravidar novamente, de alguma forma eu achava que uma nova gestação me traria a felicidade novamente (hoje eu sei que não seria bem assim).
Então voltei pra casa cheia de expectativas, cheia de planos e já "tentando" fazer uma tabelinha para aquele "ciclo".
eu não tinha como saber meus dias férteis, afinal, como eu informei no inicio do post, muitas vezes o ciclo bagunça, então pensei, vou namorar dia dia dia não, ou um dia sim outro não, para tentar garantir rsrsr, resultado, apos cinco dias, tive uma candidiase :( o que até é normal, pois eu estava com os hormônios bagunçados e com o corpo ainda não recuperado.
Mesmo assim tive esperanças, pois eu tinha muito sono e tontura,achei que poderia ter engravidado novamente assim de seguida rsrrs, meu marido comprou um teste pra mim, desses super caros,pois ele também estava esperançoso, fiz no dia 23/12 mas no dia 24/12 minha M veio novamente, toda bagunçada, e com ciclo longo, mais motivos de lagrimas para mim.

Sinceramente eu não sei como meu esposo me aguentou, pois para todos la fora eu estava forte, ou te mesmo me recuperando bem, mas em casa não tinha uma só noite que eu não berrava de chorar, eu tinha uma cena de mãe ou família que não me levasse as lagrimas, com toda certeza foi o momento mais difícil da minha vida, aquele momento aonde você quer deixar tudo nas mãos de Deus, e ao mesmo tempo esta questionando sua vontade.

Esse foi meu primeiro mês apos o aborto.

Bejus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi, obrigada por participar e deixar seu comentario. Beijo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout exclusivo do blog - Com Déby Duar | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©